Soro

O presidente da Funed, Maurício Abreu, participou nesta quarta-feira, 8 de maio, no Ministério da Saúde, em Brasília, juntamente com a Farmacêutica Michelle Chaves, da DI, de reunião convocada pelo Secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, a pedido do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para traçar estratégias a curto/médio prazo quanto ao abastecimento do mercado de soros heterólogos hiperimunes.

Estiverem presentes à reunião as direções dos três laboratórios Públicos Oficiais Produtores de Soros no país: Funed, Instituto Butantan, Instituto Vital Brazil, assim como técnicos representantes da Anvisa, Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), Programa Nacional de Imunizações (PNI) e outras áreas do Ministério da Saúde.

Foram apresentas por cada laboratório alternativas quanto ao abastecimento imediato de soros ao PNI/MS, dentro das limitações atuais de cada produtor. No caso específico da Funed, o presidente apresentou propostas passíveis de análise para implementação, como a cessão de matérias primas e/ou concentrados aos demais laboratórios até a retomada definitiva no processo de fabricação de soros.

A Funed conseguiu resultados expressivos, principalmente junto à Anvisa, que possibilitará a entrega de soros ao PNI ainda este ano, assim como autorização da implementação de alternativas técnicas com  reduções significativas nos custos necessários às validações de filtrações esterilizantes dos soros produzidos.

Ficou já previamente agendada para o dia 5 de junho nova reunião de acompanhamento.

Veja mais notícias de: Transparência

Publicado em: 14 de maio de 2019 - 09:05