Funed abre possibilidade de parceria com a Polônia

 

A Fundação Ezequiel Dias (Funed) participou hoje, 25/6, de evento no BiotechTown – centro privado e integrado que fornece ambiente e recursos necessários para o desenvolvimento de produtos inovadores e soluções em Biotecnologia e Ciências da Vida – que marcou a visita da delegação da Silésia (região Sul da Polônia) a Minas Gerais.

A Fundação foi representada pelo vice-presidente, Rodrigo Leite; a diretora de pesquisa e desenvolvimento, Sílvia Fialho; o coordenador do Núcleo de Inovação e Proteção ao Conhecimento (NIPAC), Bruno Castro; e o assessor de projetos estratégicos da DPD, Mateus Prata. O encontro é parte do International Urban Cooperation (IUC), programa de cooperação entre cidades e regiões, organizado pela União Europeia.

Realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SEDECTES) e apoio da Ambiotec Brasil, o evento foi uma oportunidade para compartilhar soluções de problemas relacionados à saúde, ciências da vida e tecnologia. Silvia acredita que participar de eventos que envolvam o empreendedorismo e inovação na área de biotecnologia e saúde é essencial para o avanço da DPD e do Mestrado Profissional da Funed. “No encontro, foi possível conhecer as oportunidades de cooperação técnica internacional e as ações de desenvolvimento em saúde, além de estreitar as relações com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e a  Anbiotec”, diz.

Na programação, foram apresentadas empresas de base tecnológica participantes do Programa de Desenvolvimento de Negócios, entre elas a OncoTag, startup desenvolvida na Funed que desenvolve um exame molecular que avalia o prognóstico de pacientes com câncer de ovário e auxilia os médicos na escolha de tratamentos mais eficientes. Letícia da Conceição Braga representou a empresa e avaliou como positiva a participação no evento. “O retorno que tivemos mostrou que o modelo de negócio da Oncotag está no caminho certo. Explicamos para a delegação que não temos interesse em transferir a tecnologia, mas sim, cumprir todo o caminho da inovação – desde o processo da bancada até o fornecimento da tecnologia para o paciente. Na Oncotag temos equipe de pesquisadores empreendedores preparada para isso”, afirma. A pesquisadora acrescenta que há possibilidade de parceria com a Polônia no processo de validação das amostras de pacientes polonesas, para testar se o algoritmo de classificação molecular também pode servir segregação do prognóstico das pacientes de outras populações.

Após a visita da comitiva polonesa, serão desenvolvidas estratégias conjuntas de cooperação técnica internacional que conduzam a novas oportunidades comerciais e à possibilidade de financiamento no âmbito de programa de inovação, saúde e ciências da vida, buscando resultados que contribuam com o desenvolvimento estratégico dos dois países. Para Rodrigo Leite, a participação da Funed demonstra que a Fundação trabalha rumo à internacionalização. “Enquanto instituição de saúde pública, estamos muito bem preparados para desenvolver produtos biotecnológicos em escala internacional. Esse momento é especialmente importante para fazer novas parcerias”, acredita.

Veja mais notícias de: Destaque

Publicado em: 25 de junho de 2019 - 17:50