Funed participa de Fórum para a elaboração do Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação de MG

Para a construção colaborativa do Plano Estadual de Ciências e Tecnologia e Inovação de Minas Gerais, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) está participando do Fórum Técnico Minas Gerais pela Ciência: por um desenvolvimento inclusivo e sustentável. A ideia é que o Plano embase ações legislativas e do governo para essas áreas, de forma a reduzir as desigualdades sociais, de gênero e de raça, além de garantir a recuperação, conservação, proteção ambiental e sustentabilidade.

O Fórum Técnico percorrerá as diferentes regiões do estado, onde serão colhidas sugestões para a formulação do Plano Estadual, a partir de um documento de referência que está sendo produzido por entidades da comissão organizadora. Ao todo, nove cidades do estado sediarão debates regionais. No Fórum em Montes Claros, no dia 16/3, está programada a participação da Funed. As inscrições para os encontros regionais já estão abertas e o primeiro acontece em 9 de março, em Juiz de Fora (Zona da Mata). O evento é gratuito e aberto ao público. Para participar clique aqui.

As inscrições para os nove encontros regionais podem ser feitas no Portal da ALMG. Todo cidadão interessado pode participar, mesmo aqueles não vinculados a instituições. Entre os temas em debate estão possibilidades de fomento para pesquisa, tecnologia e inovação; diversificação das atividades econômicas; desenvolvimento regional; desenvolvimento econômico e social; popularização da ciência; inovação tecnológica; integração dos sistemas estadual e nacional de ciência e tecnologia; e aumento da interação entre sociedade, empresas e centros de pesquisa por meio de plataformas digitais.

A etapa final será em Belo Horizonte, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), onde o documento será apresentado à comissão temática pertinente. Segundo o vice-presidente da Funed, Rodrigo Souza Leite, a participação da fundação é essencial no Fórum, pois “somos uma Instituição de Ciência e Tecnologia importante para o estado e para o Brasil, e conhecemos os grandes desafios do setor. Então a nossa participação é essencial para levar as nossas demandas e propostas para a construção deste Plano Estadual e com isso ajudarmos a construir um ambiente melhor em Minas para o desenvolvimento científico e tecnológico”, afirma.

Preparação e encontros regionais

O Fórum foi lançado no dia 30 de setembro de 2019, na ALMG. Desde então, as instituições participantes veem discutindo estratégias de mobilização e trabalhando na programação de encontros regionais, que já começam em março.

A realização do evento é da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), que conta com a participação em sua organização da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Fundação Ezequiel Dias (Funed), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), Fundação João Pinheiro (FJP), Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN), Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), além de associações, sindicatos faculdades, escolas, instituições e universidades federais e órgãos públicos mineiros. Ao todo, são mais de 30 instituições em prol da ciência. Confira a lista completa aqui.