Política de Inovação da Funed publicada

Inovação e desenvolvimento

Pela necessidade de regulamentar as ações de inovação, proteção intelectual, transferência de tecnologia e incubação de empresas tecnológicas, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) publicou, no Diário Oficial de Minas Gerais do último dia 4 de abril, a Portaria número 30, que institui sua Política de Inovação. A iniciativa de criação da Política de Inovação da Funed se deu pela promulgação do Decreto 47.442, de 4 de julho de 2018, que dispõe sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no âmbito do Estado.

Para desenvolver a Política de Inovação da Funed, um grupo foi formado, sob coordenação do Núcleo de Inovação e Proteção ao Conhecimento (NIPAC), para se discutir seu conteúdo, em consonância com as novas legislações, como o Marco da Inovação do Estado e também o federal. “Para chegar à proposta da Política, partimos do que dispõe o Decreto 47.442 e de outras políticas de inovação, de instituições similares à Funed e com finalidades parecidas, que têm a inovação como prioridade”, explica Bruno Castro, responsável pelo NIPAC.

Uma das principais considerações para a criação da Política foi a de ser imprescindível estabelecer medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no âmbito da Funed.  “A Política é vanguardista, por trazer novos institutos que poderão contribuir para o avanço das pesquisas, fazendo a inovação chegar ao cidadão”, diz Bruno.

A Política de Inovação da Funed também vem suprir a necessidade de delegar competências, com o objetivo de descentralizar ações e dar celeridade à tramitação de processos e iniciativas que visem a inovação tecnológica, a proteção da propriedade intelectual, a transferência de tecnologia e ao empreendedorismo. Para Sílvia Fialho, diretora de Pesquisa e Desenvolvimento da Funed, “a publicação da Política de Inovação é uma grande conquista para o avanço da ciência na instituição. Por meio dela teremos várias oportunidades de levar para a população e para o mercado os resultados dos projetos de pesquisa desenvolvidos, gerando não apenas recursos para a Funed, mas também melhores condições de saúde para a população”.

No mesmo dia da publicação da Política de Inovação da Funed, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDE) publicou, também no Diário Oficial de Minas Gerais, a Resolução 14, de 3 de abril de 2020, que estabelece procedimento para registro e credenciamento das fundações de apoio na SEDE.

O presidente da Funed, Maurício Abreu, vê a publicação desta portaria de Política de Inovação como o “marco de uma ação institucional de incentivo a geração de conhecimento, disponibilização para o SUS de produtos gerados pela nossa pesquisa aplicada, desenvolvimento interno ou transferência de tecnologia de outros produtos e prestação de serviços à saúde pública, no tocante a vigilâncias sanitárias e/ou epidemiológicas. Todas estas ações estão plenamente em conformidade com os objetivos da Instituição, referência em pesquisa científica e reconhecida nacional e internacionalmente como um importante Instituto de Ciência e Tecnologia do Estado de Minas Gerais”, diz.

Veja mais notícias de: Transparência

Publicado em: 08 de abril de 2020 16:36

Última atualização: 08 de abril de 2020 19:22