Ezequiel Dias, fundador da Funed, completaria 140 anos de vida hoje, 11 de maio

Nascido em 11 de maio de 1880, na cidade de Macaé, no estado do Rio de Janeiro, Ezequiel Caetano Dias iria completar 140 anos de vida este ano. O médico e farmacêutico empresta seu nome à Alameda Ezequiel Dias, na região hospitalar de Belo Horizonte, e à Fundação, inaugurada por ele em 3 de agosto de 1907, como filial do Instituto Manguinhos, do Rio de Janeiro. Nesta época, ele veio para a capital de Minas Gerais seguindo prescrição médica para tratamento de tuberculose.

Ezequiel Dias foi um grande pesquisador, deixando uma enorme contribuição para a Saúde Pública do Brasil. Ajudou a criar a Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde atuou como professor na área de microbiologia. Ocupou a cadeira 67 da Academia Mineira de Medicina, hoje representada por José Carlos Serufo, professor adjunto da UFMG. Ele também tinha outras paixões além da ciência. Uma delas era a literatura, pela qual se aventurou escrevendo ensaios e poesias. Como amante dos livros, montou na Funed a primeira biblioteca científica de Minas Gerais, onde também se reunia com amigos para realização de saraus.

Em 2018, a biblioteca foi batizada com o nome do neto de Ezequiel Dias, João Carlos Pinto Dias, e está inserida no Serviço de Informação Científica, Histórica e Cultural (SICHC), da Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento da Funed. O lugar abriga um acervo com aproximadamente 76 mil volumes, além de fotografias, documentos e cartas, como a Carta Testamento de Ezequiel, escrita à sua família e cujo texto revela um pai, marido e avô amoroso e dedicado. No espaço físico da Biblioteca, também se encontra o Laboratório de Época – réplica do laboratório do Ezequiel, com algumas peças originais de seu acervo.

Para mostrar um pouco mais quem foi Ezequiel Caetano Dias, a Funed irá apresentar em suas redes sociais, durante toda a semana, algumas de suas faces pouco conhecidas. A vida de Ezequiel Dias foi curta, encerrada aos seus 42 anos, no dia 22 de outubro de 1922, mas eternizada em seu legado e em suas obras.

Veja mais notícias de: Destaque

Publicado em: 11 de maio de 2020 15:16