Dia Mundial da Saúde

O que você entende como saúde? Estar livre de doenças, ter um corpo saudável, ser feliz. Um conceito amplo que, em tempos de pandemia como a que enfrentamos atualmente, reforça ainda mais a importância de nos cuidarmos. Nesta quarta-feira, 7 de abril, é comemorado o Dia Mundial da Saúde e, como destaque, trazemos o ideal de saúde preconizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), segundo a qual a saúde pode ser entendida de um modo mais amplo, como um estado de completo bem-estar físico, mental e social, indo além da mera ausência de doenças ou enfermidades.

Esse conceito, longe de ser uma realidade em diversos países, representa um objetivo a ser alcançado. Individualmente ou de forma coletiva, é possível identificar atividades e hábitos de vida que possam contribuir para a melhoria da qualidade de vida e, consequentemente, da saúde como um todo. E neste dia de conscientização sobre a importância da preservação da saúde, não podemos nos esquecer da importância dos cuidados com nossa saúde mental e emocional.

Estamos vivendo um momento em que nossas rotinas foram significativamente alteradas pela pandemia de covid-19. A nova realidade, que agora inclui o trabalho home office, as máscaras, as escolas e universidades fechadas e o isolamento social, pode trazer consequências graves para nossa saúde mental.

Um levantamento feito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) mostrou que os casos de depressão quase dobraram em apenas um mês após o início da pandemia e as ocorrências de ansiedade e estresse tiveram um aumento de 80%. Diante desse cenário, para além de um cuidado com a própria doença, a OMS alerta que o impacto da pandemia na saúde mental das pessoas já é extremamente preocupante.

Atento a esse novo cenário, o Serviço de Humanização (SDH) da Fundação Ezequiel Dias (Funed) traz algumas dicas para ajudar a minimizar a ansiedade neste momento e que podem fazer toda diferença:

1 – Mantenha o equilíbrio no bem-estar mental e social:

O bem-estar não envolve apenas a saúde física e a ausência de doenças: é preciso estar se sentindo bem com você mesmo, com suas emoções e com o mundo. Procure encontrar um equilíbrio entre o bem-estar físico, mental e social para ter uma vida harmoniosa e saudável.

2 – Esvazie a mente por alguns momentos:

Quando nos afastamos um pouco das preocupações e acalmamos os pensamentos, permitimos que o inconsciente traga as respostas necessárias. Isso porque, com a mente vazia e relaxada, há espaço para respostas e possibilidades que parecem distantes quando a cabeça está tomada por preocupações. Portanto, separe um momento do dia para ficar apenas com você mesmo. Ouça uma música, respire, gaste alguns minutos relaxando, escrevendo, lendo ou refletindo.

3- Cuide de suas emoções:

Cada emoção traz uma reação diferente, e ter consciência desse funcionamento é fundamental para lidar com seus sentimentos e com as pessoas com quem você se relaciona. Encontre formas positivas de se expressar sem que o corpo seja afetado por doenças relacionadas à ansiedade e ao estresse. Não fique remoendo problemas pequenos e aceite o que não pode ser mudado, sem ficar reclamando.

4 – Cuide das relações e aceite as diferenças:

Mantenha boas relações com sua família, com os colegas de trabalho e com a sociedade em geral. A interação com outros indivíduos é fundamental para seu bem-estar pessoal. Nem todas as pessoas pensam, sentem e agem da mesma forma que você. Por isso, saiba respeitar as diferenças e evite conflitos desnecessários.

5 – Busque seu autoconhecimento:

Você se relaciona com as pessoas da mesma forma como se relaciona com você mesmo. Se você tem dificuldade de se aceitar, de reconhecer seus talentos e entender seus sentimentos, certamente terá todas essas dificuldades com as pessoas que convivem com você. O autoconhecimento é o principal caminho para ter bons relacionamentos interpessoais e alcançar o bem-estar social.

Referências:

Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional – www.sbie.com.br. Empresa Vitalk – www.vitalk.com.br

Texto adaptado por Ana Rita da Fonseca e Adriana Bastos de Souza – Servidoras do Serviço de Humanização (SDH)

Veja mais notícias de: Destaque

Publicado em: 07 de abril de 2021 10:21

Um comentário em “Dia Mundial da Saúde

  • 9 de abril de 2021 em 11:54
    Permalink

    Gostei muito do texto, nos faz avaliar como esta nossa emoções, suas consequências no pessoal e nos relacionamentos com o outro e o cuidado que se deve ter em buscar o autoconhecimento.

Fechado para comentários.