Equipe da Opas visita a Funed

Nesta quarta-feira, 10/11, uma comitiva formada por cinco membros da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), esteve na Fundação Ezequiel Dias (Funed) para conhecer de perto as atividades realizadas nas áreas da pesquisa, vigilância laboratorial e desenvolvimento industrial farmacêutico. A equipe da Opas foi recepcionada pela gestão da Funed e, após uma apresentação inicial, realizou uma visita pela Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento, Diretoria do Instituto Octávio Magalhães e Diretoria Industrial.

Para o presidente da Funed, Dario Ramalho, a presença dos membros da Opas reforça a relevância da Fundação no cenário não só mineiro, como também do Brasil e de outros países da América Latina. “A pandemia de covid-19 nos trouxe vários ensinamentos, entre eles que é preciso estabelecer parcerias para trazer melhores soluções para a saúde pública. Com a expertise que temos em diversos segmentos, tais como vigilância genômica, pesquisas com animais peçonhentos e produção de medicamentos e insumos, podemos ampliar cada vez mais nossa atuação. Para isso, parcerias com instituições como a Opas vêm para somar e fortalecer o trabalho da Funed”, afirma Dario Ramalho. Para exemplificar a referência da Funed em vigilância em saúde, o diretor do Instituto Octávio Magalhães, Glauco Carvalho, citou que, durante a pandemia, a Fundação realizou o sequenciamento genético do vírus da covid-19 para oito estados e também para o Paraguai. Além do SARS-CoV-2, em que foram sequenciadas mais de 1.000 amostras, a Funed realiza o sequenciamento de outros vírus como febre amarela, zika e dengue.

Para a chefe da Assessoria de Gestão e Integração Institucional (AGEII), Aline Branco Macedo, a visita da Opas representa a atuação da Funed na busca de parcerias que possam trazer à instituição novas tecnologias a serem agregadas ao Sistema Único de Saúde (SUS). “A intenção é promover o fortalecimento da Funed, buscando identificar oportunidades de desenvolvimento de produtos, pesquisas e oferta de serviços cada vez mais atrelados às necessidades de saúde pública. Na parceria proposta, estamos pensando em projetos e ações, inicialmente, que contemplem a área de Pesquisa e Desenvolvimento, Vigilância em Saúde e Desenvolvimento Farmacêutico/Industrial”, comenta. Aline Macedo reforça ainda que a Funed já é referência em várias áreas. “Ampliar o escopo de parceria com a Opas potencializará a troca de conhecimentos, a melhoria dos nossos processos e a atuação integrada e colaborativa com outras instituições e países fortalecendo o papel da Funed em prol da saúde pública”, complementa.

Equipe da Opas
Pela equipe da Opas, estiveram presentes na visita à Funed: Maria de los Angeles Cortés, coordenadora da Unidade Técnica de MTS (Medicamentos, Tecnologia e Pesquisa); Maria Almiron, coordenadora de Vigilância, Preparação e Resposta a Emergências e Desastres; Rodrigo Said, consultor nacional da Unidade Técnica de Emergência da Opas; e Natalia Veloso, oficial especialista em Medicamentos e Tecnologias em Saúde.

Encaminhamentos
Após a visita, o grupo identificou algumas frentes para a intensificação da parceria, tendo sido escolhido dois eixos iniciais para a formalização: Vigilância em Saúde e Desenvolvimento Farmacêutico Industrial. Na área de vigilância, Maria Almiron destacou a atuação da Funed na área de vigilância genômica e o interesse em desenvolver ações conjuntas para fortalecimento da capacidade laboratorial e para integração com outros laboratórios públicos nacionais e da América Latina, incluindo a possibilidade de realização de visitas técnicas para conhecer a experiência de outros países e incorporar novas tecnologias e processos.

Na parte industrial, a Opas poderá apoiar a atuação colaborativa com outros países da América Latina, visando o desenvolvimento de produtos estratégicos para a população, reforçando o papel social da Funed, em especial, na produção de medicamentos para doenças negligenciadas e outras necessidades da saúde pública. A parceria também prevê o apoio para a realização de estudos direcionados à modernização, fortalecimento e direcionamento da capacidade produtiva, buscando o atendimento das necessidades de saúde pública nacionais e internacionais. As próximas ações para o estreitamento da parceria envolvem a formalização da cooperação, sendo que já estão programadas novas visitas da equipe da Opas para estruturação dos projetos para desenvolvimento.

Veja mais notícias de: Destaque

Publicado em: 12 de novembro de 2021 21:45

Última atualização: 13 de novembro de 2021 16:48