O vice-governador Paulo Brant e Hércules Neves, da Feluma, visitam a Funed para identificar futuras parcerias

 

 

 

O vice-governador Paulo Brant e Hércules Neves, da Feluma, visitam a Funed para identificar futuras parcerias em pesquisas

Na tarde do dia 3 de novembro, o vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant, e o representante da Fundação Educacional Lucas Machado (Feluma), Hércules Pereira Neves, visitaram a Fundação Ezequiel Dias (Funed) com o objetivo de conhecer melhor sua atuação e identificar possíveis parcerias entre as instituições.

Também participaram do encontro Marcos Antonio Mandacaru, assessor de Investimento Estratégico do Governo do Estado de Minas Gerais; o coronel Carlos Henrique Guedes, assessor Especial do Governo de Minas Gerais e Enlace com Governo Federal; além de membros da equipe do gabinete do vice-governador. O grupo foi recebido pelo presidente da Funed, Dario Ramalho; pelo vice-presidente, Eduardo Prosdocimi e pela chefe de gabinete, Débora Moreira Costa. O diretor Industrial, Bruno Pereira; o diretor do Instituto Octávio Magalhães, Glauco Carvalho; o diretor de Planejamento, Gestão e Finanças, Guilherme Rodrigues Moreira, e a diretora de Pesquisa e Desenvolvimento, Sílvia Fialho, também acompanharam a visita. O grupo participou de uma breve apresentação da Funed e depois seguiu para uma visita à Unidade V, da Diretoria Industrial.

Dario Ramalho apresentou o histórico de atuação da Fundação na área de pesquisa, análises e diagnósticos e na produção industrial e destacou o protagonismo da Funed durante a pandemia da covid-19. “A Funed chegou a processar 3 mil exames de covid no auge da pandemia. Foi uma demanda muito grande. Essa entrega foi feita junto com outras demandas fundamentais, como o fornecimento da Talidomida, da vacina Meningocócica C e do Entecavir ao Ministério da Saúde, para que a distribuição seja feita via Sistema Único de Saúde (SUS)”, lembrou o presidente.

Sílvia Fialho apresentou algumas linhas de pesquisas da Fundação e as possibilidades de parcerias com empresas de tecnologia e projetos de aceleração. “Por tradição, a Funed trabalha prioritariamente com pesquisas que envolvem a bioprospecção de venenos, mas também temos outras pesquisas na área oncológica – como as que envolvem a Startup Oncotag, que já tem um produto no mercado – em toxiplasmose ocular e em nanotecnologia. Temos o único  mestrado profissional em Biotecnologia do estado e mantemos algumas parcerias com o Biominas e o BiotechTown, para fortalecer iniciativas em inovação”, afirmou a diretora.

Hércules Neves, coordenador do Instituto de Inovação e Incorporação Tecnológica da Feluma, apresentou rapidamente a Fundação, que também é composta pela Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais (FCM-MG);  o Hospital Universitário Ciências Médicas de Minas Gerais (HUCM-MG); o Instituto de Olhos Ciências Médicas de Minas Gerais (IOCM-MG); o Ambulatório Ciências Médicas de Minas Gerais (ACM-MG); a Pós-Graduação Ciências Médicas de Minas Gerais (PGCM-MG); a Cirurgia Robótica Ciências Médicas de Minas Gerais (CRCM-MG) e pelo Teatro Feluma. “Nosso papel no Instituto de Inovação, que é a instituição mais jovem do grupo, é justamente desenvolver projetos que não se encaixam nos modelos padrão de negócios. Para possibilitar a inovação, trabalhamos com plataformas tecnológicas na área de diagnóstico in vitro e inteligência artificial, por exemplo. Temos módulos para a realização de diagnósticos, sempre com foco no desenvolvimento do produto”, explicou.

Marcos Mandacaru lembrou uma fala do vice-governador que diz que temos muitos neurônios em Minas, mas que faltam as sinapses, fazendo alusão às conexões cerebrais que promovem as respostas do organismo. “Aqui temos duas grandes instituições, Funed e Feluma, que podem começar a promover importante conexões para o estado de Minas Gerais”, disse.

Paulo Brant se surpreendeu com a estrutura e as entregas da Funed, e reafirmou sua ideia sobre a importância das conexões entre diversos entes, públicos e privados. “A inovação só é feita com colaboração e esse é o nosso papel enquanto governo: possibilitar o encontro de instituições que possam realizar mais por Minas e pelo país. Temos certeza de que o encontro de hoje vai permitir boas e importantes parcerias”, afirmou o vice-governador.

Veja mais notícias de: Destaque

Publicado em: 04 de novembro de 2021 18:03

Última atualização: 04 de novembro de 2021 18:05