Pesquisadoras da Funed participam de publicação sobre a importância da ciência

Na manhã desta sexta-feira, 13, as servidoras da Funed Myrian Duarte (Instituto Octávio Magalhães), Luciana Silva e Nayane Breder (ambas da Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento) representaram a instituição na cerimônia de lançamento do e-book “Dossiê contra o negacionismo da ciência: a importância do conhecimento científico”, ocorrido na PUC Minas. A obra conta com um artigo escrito pelas três servidoras, intitulado “Negacionismo da ciência: experiências e reflexões. Como a educação científica pode contribuir para a formação do pensamento crítico?”.

A mesa de abertura do evento foi composta pelo reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães; professor Sérgio de Morais Hanriot, da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação, também da PUC Minas; e do professor Paulo Sérgio Lacerda Beirão, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).

Após, houve uma mesa-redonda, com a participação da autora e pesquisadora Luciana Silva, junto com os organizadores do livro, professor Mozahir Salomão Bruck, secretário de Comunicação e docente da Faculdade de Comunicação e Artes da PUC Minas; de Marisa Cardoso, coordenadora de Comunicação da PUC Minas; e Marcus Vinícius Dos-Santos, coordenador de Comunicação do ICB/UFMG. Eles falaram sobre a importância da divulgação científica contra o negacionismo e o fenômeno das fake news. Neste contexto, foi enfatizada a importância da atuação da Rede Mineira de Comunicação Científica (RMCC), parceira da PUC Minas na construção do Dossiê. “Vamos combater o negacionismo com educação e aproximação do cientista com a sociedade, falando uma linguagem mais acessível. Nesse sentido, parabenizo a Rede Mineira de Comunicação Científica pelo trabalho que desempenha”, declarou Luciana.

e-book

Apesar de não ser um evento novo, o termo negacionismo tem estado em evidência nestes anos recentes no Brasil e em algumas localidades do mundo. E seu resultado tem se mostrado devastador, especialmente no período de pandemia da Covid-19.

Para contribuir com o aprofundamento deste debate, pesquisadores da PUC Minas e de instituições vinculadas à Rede Mineira de Comunicação Científica (RMCC), foram convidados a escreveram artigos e ensaios sobre as suas respectivas áreas do conhecimento. O resultado reuniu mais de 20 textos, produzidos em 2021, que tratam do negacionismo em diversos campos, como política, saúde, história, física, química, religião, meio ambiente, educação, entre outros. São análises que buscam possíveis causas para o recrudescimento do fenômeno e tentam entender a influência de fatores socioculturais, ideológicos e de crenças, que comprometem a edificação de uma postura crítica diante do conhecimento científico e que são agravados em contextos de crise.

Diante disso, os autores convergem para uma questão fundamental no combate ao negacionismo, indicando a promoção da cultura científica como proposta para capacitar as pessoas para a percepção do fenômeno e das fake news. “Identificar e combater a divulgação de anticiência importa, inclusive, para a manutenção da democracia. Não há dicotomia entre liberdade de expressão e divulgação de fakes”, reforça Myrian Morato.

A construção do artigo de autoria da Funed foi baseada nas experiências das autoras no campo da divulgação científica. Luciana Silva teve grande atuação em suas redes sociais, com informações sobre a Covid-19, durante o período da pandemia; Myrian Morato participa do Programa Ciência em Movimento e trouxe um relato dessa experiência, em suas viagens pelo interior do estado; e Nayane Breder atua com divulgação científica na Diretoria de Pesquisa e é também uma das coordenadoras da Rede Mineira de Comunicação Científica (RMCC), parceira da PUC Minas no desenvolvimento do dossiê.

A publicação é fruto de um trabalho feito pela PUC Minas, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e de Pós-graduação e da Secretaria de Comunicação, em parceria com a Rede Mineira de Comunicação Científica (RMCC), entidade que reúne mais de 20 universidades e institutos de pesquisa em Minas Gerais, entre elas, a Funed.

e-book está disponibilizado nas principais lojas virtuais, em versão para kindle, que pode ser baixado gratuitamente, em qualquer dispositivo.

 

Nayane Breder – Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento