Funed aprova edital para fortalecimento do Programa Ciência em Movimento

A Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento (DPD) da Fundação Ezequiel Dias (Funed), por meio da Divisão de Extensão e Divulgação Científica, teve projeto aprovado pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), na Chamada 05/2022, de Programa de Comunicação Pública da Ciência e Tecnologia, com o objetivo de dar apoio às ações de divulgação científica. A proposta, submetida pela equipe do Serviço de Coleção Científica e Popularização da Ciência, com colaboração do Serviço de Recursos Vegetais e Opoterápicos, Serviço de Biologia Celular, ambos da DPD; Serviço de Virologia e Riquetsioses, da Diretoria do Instituto Octávio Magalhães; e Assessoria de Comunicação Social planeja ações para o fortalecimento e modernização do Programa Ciência em Movimento (PCM).

O projeto, que terá como fundação de apoio a Fundação Arthur Bernardes, receberá o financiamento de cerca de R$250 mil para modernizar a estrutura das exposições do PCM, que viajam levando conhecimento científico à população. Está previsto o desenvolvimento de material educativo e de divulgação dos temas abordados pelo Programa, como animais peçonhentos, dengue, leishmaniose, produção de soros, história da Funed, entre outros relacionados à saúde pública. Outro resultado esperado é a incrementação do acervo expositivo, incluindo novos conteúdos, com abordagem inovadora e tecnológica. Ao longo da vigência do projeto, planejada para três anos, está previsto o atendimento a 34 municípios mineiros, os quais foram selecionados em função de informações epidemiológicas relacionadas aos acidentes provocados por animais peçonhentos.

A aprovação neste edital irá trazer novas possibilidades de comunicação e interação com o público que visita as exposições do Programa Ciência em Movimento, que é composto, em sua maioria, por estudantes de todos os níveis e profissionais de saúde. “Com a colaboração de parceiros institucionais e o envolvimento de toda a equipe, trabalharemos para dar continuidade à missão de levar conhecimento científico de qualidade, com uma abordagem moderna, dinâmica e prazerosa a todo nosso público. A aprovação desse projeto demonstra, em parte, o reconhecimento pelo trabalho de vários profissionais, durante uma década. Gratidão a todos os nossos parceiros e colaboradores!”, ressalta Giselle Cotta, responsável pela coordenação do Programa.

Por Nayane Breder/DPD