Próximo seminário da Funed será sobre biologia sintética

A convidada a palestrar na próxima segunda-feira, 22/4, na disciplina de Seminários, do Mestrado Profissional da Funed, é a professora adjunta do Departamento de Bioquímica e Imunologia da UFMG, Liza Figueiredo Felicori Vilela. O tema da palestra será Biologia Sintética na pesquisa, inovação e divulgação científica. A biologia sintética é uma área da pesquisa que combina princípios de engenharia e biologia para projetar novas moléculas e novas funções biológicas. “Exemplos de projetos na área serão abordados e também exemplos de projetos desenvolvidos no IdeaReal e no Laboratório de Biologia Sintética da UFMG serão discutidos”, diz Liza, e complementa: “Será que esta área do conhecimento pode auxiliar no desenvolvimento de uma nova forma de eletricidade? Será possível realizar obras de artes com organismos vivos?” Um enfoque maior será dado para o desenvolvimento de novos métodos diagnósticos e terapêuticos, utilizando abordagem de biologia sintética, bioinformática e engenharia molecular.

Graduada em Ciências Biológicas e doutora em Bioquímica e Imunologia pela UFMG, Liza fez pós-doutorado em bioinformática, com ênfase em biologia dos sistemas e biologia sintética pelo laboratório público-privado SysDiag, em Montpellier, na França, onde trabalhou no Projeto Europeu BasysBio. Realizou ainda pós-doutorado (Programa Conhecimento Novo) no Instituto de Ciências Biológicas da UFMG e também na Universidade do Texas, em Austin, onde trabalhou com análise de repertório de anticorpos.

Atua nas áreas de toxinologia, biologia estrutural e computacional (estrutura e função de proteínas), no desenho e síntese de peptídeos voltados ao diagnóstico e terapia, na modelagem de vias metabólicas e geração de sistemas artificias (biologia sintética e dos sistemas) e no entendimento da resposta imune humoral, através do sequenciamento de repertório de anticorpos de indivíduos vacinados e infectados por flavivírus e por outros vetores de doenças negligenciadas brasileiras. É fundadora do primeiro biohackerspace no Brasil e valoriza a transdisciplinaridade no ensino, pesquisa e extensão.

A palestra acontece no auditório da Diretoria de Pesquisa, às 13h, aberta ao público.

Nayane Breder – Assessoria de Divulgação Científica (DPD)

Veja mais notícias de: Destaque

Publicado em: 17 de abril de 2019 - 09:47