Histórico do curso

 

A Funed é uma instituição centenária que iniciou suas atividades em 1907 com o objetivo de produzir vacinas, realizar pesquisas na área de ciências biológicas, estudar as doenças em plantas e diagnosticar doenças infectocontagiosas. Na década de 1980, com a criação da Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento (DPD), a instituição desenvolve projetos de pesquisa na área de biotecnologia voltados, principalmente, ao estudo do potencial terapêutico de venenos de serpentes, aranhas e escorpiões.

Em meados dos anos 2000, novos pesquisadores ingressaram na instituição e a DPD ampliou suas áreas temáticas de pesquisa que atualmente incluem: bioquímica de proteínas, biologia celular e molecular, doenças negligenciadas (causadas por vírus, bactérias e protozoários), fitoterápicos, imunologia aplicada, opoterápicos e tecnologia farmacêutica.

Em 2018, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (CAPES) aprovou o Mestrado Profissional em Biotecnologia da Funed.  O curso se propõe a atuar na área de concentração Biotecnologia em Saúde, com duas linhas de pesquisa: Bioprodutos e Bioensaios e métodos diagnósticos.

O Programa de Pós-graduação em Biotecnologia (PPGBIOTEC) atenderá às necessidades de formação de recursos humanos qualificados destinados às empresas de base tecnológica, universidades e Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs). O Mestrado Profissional em Biotecnologia na grande região de Belo Horizonte é pioneiro, atendendo à demanda regional e macrorregional de um dos polos mais desenvolvidos do Estado.

Dentro do escopo do programa, projetos de desenvolvimento tecnológico que envolvam a aplicação de técnicas avançadas para a fabricação de bioprodutos, desenvolvimento de bioprocessos e também de metodologias inovadoras de análise e diagnóstico de base biotecnológica serão executados. Neste curso é proposta a formação teórica e prática, avançada e multidisciplinar, de um egresso capaz de contribuir positivamente com conhecimento aplicado ao setor produtivo na área de saúde.