Vacina MenC

 

 

Em 2010, o governo brasileiro incluiu a vacina meningocócica C no Programa Nacional de Imunizações (PNI) e o Brasil se tornou o primeiro país da América Latina a adotar estratégia preventiva contra a doença. Desde então, a Fundação Ezequiel Dias (Funed), Laboratório Público Oficial do Estado de Minas Gerais, vem sendo a fornecedora exclusiva da vacina meningocócica C conjugada (vacina MenC) na rede pública do país. A disponibilidade dessa vacina contribui ativamente para um novo e melhor cenário epidemiológico nacional, em virtude da redução da morbimortalidade causada pela doença e suas complicações na população.

Vacina MenC. Foto: Gleisson Mateus

A doença meningocócica (DM) é uma infecção aguda causada pela bactéria Neisseria meningitidis, capaz de provocar inflamação nas membranas que revestem o sistema nervoso central (meningite) e infecção generalizada (meningococcemia). É um grande problema de saúde pública no mundo por se tratar de uma doença de evolução rápida, com graves sequelas, alta letalidade e alto potencial epidêmico, que acomete principalmente crianças e adultos jovens. Os fatores de risco e contágio são: contato íntimo com um portador assintomático ou um doente, infecção respiratória aguda recente, hábito de fumar, convívio em aglomerados urbanos, doenças crônicas e síndromes imunossupressoras.

A vacina é composta pelo oligossacarídeo meningocócico C conjugado com a proteína CRM197 e não possui o micro-organismo causador da doença, o que a torna mais segura. É indicada para imunização ativa de crianças a partir de 2 meses de idade, adolescentes e adultos para a prevenção da doença invasiva causada por Neisseria meningitidis do sorogrupo C. Esta bactéria pode causar infecções graves, às vezes fatais, como a meningite e a sepse (infecção grave no sangue – infecção generalizada).

As recomendações do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde – PNI/MS devem ser seguidas para sua utilização. De acordo com o calendário vacinal, crianças devem tomar a primeira dose da vacina no 3° mês de vida, a segunda no 5° mês e o reforço quando completar 12 meses. A partir de 2018, o PNI ampliou o uso da vacina meningocócica C con­jugada para adolescentes de 11 a 14 anos, aplicada como um reforço ou em dose única, con­forme situação vacinal encontrada. Atualmente, a Fundação Ezequiel Dias é o único laboratório público fornecedor da vacina contra Meningite C para o Ministério da Saúde. Por ano, são mais de 12 milhões de doses de vacina distribuídas.

Acessibilidade