Sífilis

 

Descrição do serviço: realizar análise para o diagnóstico de sífilis – Infecção Sexualmente Transmissível, curável e exclusiva do ser humano, causada pela bactéria Treponema pallidum. Pode apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios (sífilis primária, secundária, latente e terciária). Nos estágios primário e secundário da infecção, a possibilidade de transmissão é maior. A sífilis pode ser transmitida por relação sexual sem camisinha com uma pessoa infectada ou da mãe para o filho, durante a gestação ou no parto.

Os exames realizados na Funed para o esclarecimento diagnóstico de casos suspeitos de sífilis é a sorologia pelos métodos de VDRL, Hemaglutinação Indireta e ELISA. Esses exames detectam a presença de anticorpos contra a bactéria causadora da sífilis na amostra de sangue analisada.

Valor do serviço: gratuito

Órgãos responsáveis: Funed, Secretaria Estadual de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde.

Quem pode utilizar este serviço: todos os usuários do SUS, desde que respeitados os critérios clínicos e epidemiológicos da doença.

Como utilizar o serviço:

1ª etapa: no aparecimento dos primeiros sintomas, o usuário do SUS deve procurar uma unidade de saúde.

2ª etapa: confirmada a suspeita da doença por um profissional de saúde, este irá solicitar o exame.

3ª etapa: a coleta será realizada pela unidade de saúde e o material coletado será encaminhado para a Funed.

4ª etapa: a Funed irá realizar o exame e disponibilizará o resultado via sistema de informação do Gerenciamento de Ambiente Laboratorial (GAL) para a unidade de saúde solicitante.

5ª etapa: procurar a unidade de saúde onde foi realizada a coleta para buscar o resultado (a responsabilidade da entrega do resultado é da unidade de saúde solicitante).

Quanto tempo leva: a partir do dia em que a amostra é entregue na Funed, o resultado da sorologia é liberado em até 8 dias úteis.

Em caso de alguma adversidade ou necessidade de realizar algum exame extra para esclarecer o diagnóstico, este prazo poderá ser alterado.

Legislação/ documentos: solicitação médica da unidade de saúde.

Dúvidas frequentes:

O que é a sífilis?

É uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) causada pela bactéria Treponema pallidum. Ela pode se apresentar das mais variadas formas clínicas e é classificada em diferentes estágios (sífilis primária, secundária, latente e terciária).

Quais os sintomas?

Lesões duras, mas nem sempre doloridas, nos órgãos genitais são os primeiros sintomas da sífilis. Chamadas de cancros, elas geralmente aparecem nos genitais, mas podem ocorrer também no ânus, na pele, na gengiva, na palma das mãos e na planta dos pés. Mesmo sem tratamento, essas lesões costumam desaparecer em alguns dias, mas a doença continua ativa no organismo e pode provocar outros sintomas, como manchas avermelhadas na pele e nas mucosas (sífilis secundária) e alterações no sistema nervoso central (sífilis terciária).

Como se transmite?

É transmitida por meio de relação sexual desprotegida com uma pessoa infectada e da mãe para o filho durante a gestação ou o parto.

Como é o tratamento?

É feito com uso de medicamentos e outras medidas, de acordo com os sintomas, sempre orientado por um médico. O tratamento é feito com antibióticos do grupo das penicilinas. A automedicação não é indicada, pois pode agravar a doença. Ao suspeitar da doença, deve-se procurar o médico, não se esquecendo de relatar qualquer exposição  de risco.

 Como se prevenir?

O uso de preservativos durante as relações sexuais é a única maneira de prevenir a doença.